A compra e venda de criptomoedas hoje em dia não se dá mais somente por meio de corretoras de valores, pois os grandes bancos já estão oferecendo a negociação de criptoativos em seus apps.

O Nubank, o maior banco digital da América Latina, e a XP Investimentos e o BTG Pactual, duas excelentes plataformas de investimento presentes no Brasil, entraram com tudo nesse mercado promissor.

Mas, será que vale a pena comprar cripto nesses aplicativos? Será que são igualmente seguros? Existem taxas? É fácil de negociar no app? É preciso muito ou pouco dinheiro para começar?

Para responder essas perguntas, montamos este guia exclusivo para você, analisando a compra e venda de moedas digitais pelo Nubank, XP e BTG. Confira!

É vantajoso comprar cripto pelo Nubank, XP e BTG?

Grandes instituições do mercado, como o Itaú e PicPay, já possuem uma seção cripto em seus aplicativos, para que seus clientes possam investir com mais praticidade em criptomoedas, como o Bitcoin.

Mas, atualmente, os aplicativos do Nubank, XP Investimentos e BTG Pactual têm realizado um grande volume de negociações.

A XP e o BTG criaram plataformas exclusivas para quem quer comprar e vender criptomoedas, sendo a Xtage e Mynt, respectivamente.

Já o banco digital Nubank incorporou o novo serviço em seu aplicativo, conhecido como Nubank Cripto. Inclusive, em menos de 30 dias de funcionamento do serviço de negociação de criptomoedas do Nubank, o roxinho alcançou a marca de 1 milhão de usuários ativos.

Além disso, está circulando na internet que o Nubank pensa em lançar sua própria criptomoeda no ano que vem, conhecida como NuCoin.

Taxas envolvidas na transação

A Xtage da XP é, dentre essas três opções, a que mais deixa claro as taxas cobradas durante a negociação de criptoativos em sua plataforma.

Quem investir em criptomoedas pela Xtage pagará apenas uma taxa fixa de 0,60%. Essa taxa é referente aos custos de corretagem (0,45%) e emolumento (0,15%).

Já a plataforma Mynt do BTG Pactual não deixa especificada quais serão as taxas cobradas em cada transação de compra e venda.

A Mynt apenas informa que a negociação de criptoativos terá custos na plataforma, podendo variar de 0,30% a 1,5% por ordem de transação.

Assim, a real taxa só será conhecida no momento da compra ou venda e irá variar conforme o volume de criptomoedas negociadas pelo usuário.

O Nubank também não deixa claro quais são os valores das taxas a serem cobradas de seus clientes ao comprar cripto em seu aplicativo.

A Cointelegraph Brasil simulou a compra de R$100 em Bitcoin no app do Nubank e a taxa cobrada foi de R$1,59, ou seja, 1,59%, o que é bem alto, considerando que a média das corretoras é 0,70%.

Por isso, podemos concluir que ambas as plataformas são seguras e confiáveis, mas pensando em taxas, há grandes diferenças.

Outros fatores

Segundo uma pesquisa realizada pela Cointelegraph Brasil, foram avaliados alguns critérios durante a compra, veja os resultados!

  • Cadastro do usuário: a Mynt libera o acesso mais rápido para novos clientes
  • Segurança: as três plataformas possuem parceiros diferentes (Nubank tem a custódia da Paxos, Xtage é parceira da Nasdaq e a Mynt tem sua próprio infraestrutura), mas todas são igualmente seguras
  • Cotação: em nenhuma dessas plataformas a cotação das criptomoedas fica clara, podendo haver variações
  • Oferta de criptoativos: a Mynt é a plataforma com maior diversidade de criptoativos

Conclusão

Sim, vale a pena comprar cripto pelo Nubank, XP e BTG Pactual, pois são três excelentes plataformas.

Contudo, essas plataformas são mais voltadas para os investidores iniciantes devido à praticidade que oferecem. Mas, frente às grandes corretoras do mercado, ainda são limitadas!