Milhões de brasileiros trabalhadores e investidores precisam todos os anos fazer a declaração do Imposto de Renda (IR), mas isso é “mamão com açúcar” para muitos. O que assusta realmente é ter o imposto retido na fonte.

Por isso, para quem precisa declarar imposto, é de suma importância saber como consultar se caiu na malha fina, considerando que o quanto antes resolver a situação melhor, até mesmo pela incidência de juros a pagar.

E, para descomplicar a sua vida, preparamos este passo a passo para descobrir se o seu Imposto de Renda caiu na malha fina e o que fazer nesses casos! Vamos lá?!

3 passos de como consultar se você caiu na malha fina

O pagamento das restituições do Imposto de Renda já começou e com isso, milhares de contribuintes já podem verificar se a declaração anual enviada à Receita Federal está ok ou se acabou caindo na malha fina.

Então, se você quer saber se o seu imposto está com alguma pendência no sistema da Receita, continue conosco e veja os passos para consultar agora mesmo sua declaração, pela internet mesmo!

  1. Acesse a página da Receita Federal
  2. Faça o cadastro com os seus dados, informando CPF, data de nascimento e os últimos dois dígitos do recibo de entrega da sua declaração do IR
  3. Após a criação do cadastro, clique em “Meu Imposto de Renda”, siga para “Processamento” e depois para “Pendências da Malha”
  4. Prontinho, aparecerá a situação do seu imposto

Vale lembrar que caso o sistema da Receita Federal não aponte nenhuma pendência durante a consulta, é porque deu tudo certo com a sua declaração.

Caso apareça algo na tela de consulta, é sinal de que você caiu na malha fina, o que significa que há inconsistências ou erros no preenchimento da sua declaração.

Se você quer saber o que fazer ao cair na malha fina, saiba que a primeira coisa é conferir sua declaração atenciosamente, pois pode ter sido um erro de digitação, como um zero a mais no seu rendimento anual ou nas despesas dedutíveis, por exemplo.

Assim, você pode fazer e enviar a retificação da declaração do Imposto de Renda, pelo programa da Receita mesmo.

O ideal é resolver o problema de uma vez, antes da Receita Federal enviar uma notificação ou intimação para o seu endereço, pois as consequências são mais sérias, como multa de 20% sobre o valor do imposto e até mesmo ter seu CPF suspenso, sendo impedido de viajar para fora do Brasil.